fbpx
Rua Benjamin constant, 705 Caçapava do Sul 96570-000
(55) 99691-1470
contato@ltcrs.com.br

Como planejar um intercâmbio em 16 passos

Como planejar um intercâmbio em 16 passos

Você quer fazer um intercâmbio. mas não faz ideia de por onde começar? O post de hoje vai mostrar como planejar um intercâmbio do zero em 16 passos!

1. COMECE CORTANDO GASTOS DESNECESSÁRIOS

Você decidiu que fazer um intercâmbio é o seu grande objetivo no momento, certo? Então, use isso como incentivo para cortar aqueles gastos que não são tão necessários para você.

Comece a pensar se comer fora toda a semana vale tanto a pena assim, se você precisa mesmo ir a todas baladinhas do mês, se você não está gastando demais com os aplicativos de transportes particulares.

Depois disso, coloque o dinheiro extra que sobrou no final do mês em uma poupança para o seu intercâmbio.

2. PESQUISE OS PREÇOS

Enquanto você junta a grana para pagar o seu intercâmbio, pesquise preços de pacotes de intercâmbio em várias agências. Veja o que cada um deles oferece e se é um bom custo-benefício para o que você procura.

Fazer uma estimativa do custo das passagens aéreas também é uma boa ideia, assim você já terá uma estimativa completa do quanto vai ser o seu investimento.

3. CONFIRA ALTERNATIVAS DE DESCONTOS NOS PACOTES

Você faz algum curso de línguas ou ainda está no colégio? Pois isso pode ser um grande aliado na compra do seu pacote de intercâmbio, já que algumas escolas têm parcerias com agências de intercâmbio, que fazem condições especiais de preços e pagamentos para um mesmo grupo.

E por falar em grupo, caso você reúna alguns amigos que também querem fazer intercâmbio, é possível que você consigam um bom desconto na compra de um mesmo pacote.

4. FAÇA O SEU PASSAPORTE O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL

Afinal de contas, você não vai querer atrasar a sua viagem por conta de um passaporte que não ficou pronto, não é mesmo?

5. QUANTO ANTES VOCÊ FECHAR SEU INTERCÂMBIO, MAIS FLEXÍVEIS SERÃO AS CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

Isso acontece porque você deve ter todas as parcelas do seu intercâmbio pagas até o dia do seu embarque. Então, fechar o seu intercâmbio antes significa mais parcelas para o pagamento da sua viagem.

6. AVALIE SUA AGÊNCIA

A agência deve ser responsável pelo seu visto e, preferencialmente, compre de agências que possuem estrutura no exterior.

A base no exterior é muito importante, pois além de ajudar o intercambista no caso de alguma eventualidade (perda de documentos, problemas com acomodação/escola…), elas muitas vezes oferecem pacotes de passeios e trips de final de semana com preços especiais. Sem contar que elas também servem para renovação de pacotes e auxiliam também na renovação de vistos. Leia este post e descubra como escolher sua agência de intercâmbio.

7. FAÇA SEMPRE SEGURO-SAÚDE

Na maioria dos países, ter seguro-saúde é obrigatório para os viajantes. Ninguém quer ficar doente durante o intercâmbio, mas pode acontecer, por isso, é importante ter a garantia de que você terá todo o atendimento médico necessário para ficar bem e poder curtir o resto da sua viagem.

8. PENSE BEM A RESPEITO DO SEU DESTINO

Metrópole ou interior? Cidade típica ou cosmopolita/turística? Para decidir em qual destino você fará seu intercâmbio, é preciso ter o seu perfil em mente. Se você gosta de natureza, praias e calor, você provavelmente não irá curtir fazer um intercâmbio na Irlanda ou na Inglaterra, por exemplo, mas pode se encantar por países como Malta e Austrália.

O mesmo pensamento vale para as pessoas que gostam do “fervo” das grandes cidades, é mais certo que um intercâmbio em cidades mais cosmopolitas como Nova York, Londres e Toronto sejam os lugares ideais para elas.

9. PENSE NA ACOMODAÇÃO QUE MAIS SE ENCAIXA COM VOCÊ

Assim como no caso do destino, a escolha da acomodação também depende do seu perfil. Se você procura por algo que te deixe bem envolvido com a cultura da cidade do seu intercâmbio, ficar numa casa de família pode ser uma boa ideia.

Se você não se importa em dividir um quarto e está disposto a conhecer várias pessoas, ficar em um hostel ou em uma residência estudantil provavelmente será a melhor opção.

10. VEJA QUAL ESCOLA FAZ MAIS O SEU PERFIL

Você precisará ter em mente qual é o seu objetivo no intercâmbio. Caso você já tenha um certo domínio no idioma do seu destino, você pode escolher uma escola que tenha menos carga-horária de aulas, só para dar aquela refrescada na gramática e treinar nas conversações.

Mas se você está indo para o intercâmbio aprender um novo idioma, é bacana pegar um pouco mais de horas/aula para garantir seu aprendizado.

11. PENSE NOS GASTOS QUE VOCÊ TERÁ NA VIAGEM

Fechou o pacote de intercâmbio? Então, agora é hora de juntar a graninha para gastar durante a viagem. Na maioria dos destinos, é preciso ter uma comprovação de renda para apresentar na imigração, então, pense nesse valor e em alguns gastos extras como compras e passeios.

12. ACOMPANHE OS CÂMBIOS

Na hora de trocar o seu dinheiro pela moeda do seu destino, fique atento aos câmbios a as taxas cobradas pelas casas de câmbio. Em ano de eleição, por exemplo, o valor das moedas oscila muito, por isso, não espere muito para comprar. Viu um preço que você acha ok, com poucas taxas? Aproveite!

13. APROVEITE AS ATIVIDADES EXTRA-CLASSE

A maioria das escolas de idiomas promove algumas atividades extra-classe, que qualquer aluno pode participar. São passeios pelos pontos turísticos da cidade, visitas a museus e parques… O melhor de tudo é que isso é uma oportunidade de conhecer o seu destino enquanto treina o idioma que você está aprendendo.

14. FAÇA AMIZADES COM PESSOAS ESTRANGEIRAS

E isso vale para intercambistas de outros países também, não apenas com as pessoas nativas do seu destino. Essa é uma ótima maneira de treinar a conversação do idioma e ainda aumentar o seu círculo de amizades!

15. TENTE SEMPRE FALAR NO IDIOMA DO SEU DESTINO

Mesmo que você não consiga fazer amizade com pessoas de outras nacionalidades, tente falar no idioma do seu destino com seus amigos brasileiros. Afinal, você foi para o intercâmbio para aprender a falar uma nova língua, e se você não praticar o que aprendeu em sala de aula, talvez você demore um pouco mais para falar o idioma com facilidade.

16. APROVEITE O MÁXIMO QUE VOCÊ CONSEGUIR

Depois de tanto esforço e dedicação para que o sonho do seu intercâmbio aconteça, nada mais justo do que você aproveitar cada segundo deste momento, não é mesmo? Então, tente se conectar ao máximo com o seu destino e com as pessoas que você conheceu nele. Deixe os problemas que ficaram no Brasil, no Brasil. Use o tempo da viagem para pensar em você e em tudo que você está vivendo.

Curtiu o planejamento de intercâmbio da Egali? Assim, você vai poder planejar a sua viagem desde o começo até o final, para que ela seja ainda mais incrível!

E caso você queira saber um pouco mais sobre os pacotes de intercâmbio, entre em contato com a Egali Intercâmbio através deste link  aqui.

Nenhum comentário

Adicione seu comentário